domingo, 6 de julho de 2014

O doce checo Trdelnik



Quando somos turistas sentimos-nos obrigados a executar determinados rituais que achamos nos integram na vida do local que visitamos. Como se a visita não ficasse completa sem esse passo. É por isso que temos que visitar a Torre Eifel quando vamos a primeira vez a Paris ou comer pastéis de Belém quando se visita Lisboa.

Foi o que aconteceu comigo numa rápida visita a Praga em trabalho. O único tempo livre deu para ir até ao centro histórico, ver a praça central e vivenciar o movimento das pessoas. Sentimos que fazemos um corte no dia-a-dia mas fechamos os olhos e quando damos por isso já estamos de novo em Lisboa. Deve ser por essa razão que se torna necessário cumprir rituais e os alimentares vêm sempre em primeiro lugar.
Ao aproximar-nos do centro vemos que à porta da pequena loja que vende doces locais se forma uma bicha de pessoas. Refiro-me à loja que vende Trdelník um bolo doce enrolado que é feito na altura por ser mais saboroso quando quente.
É um bolo húngaro originário da região da Transilvânia e que se tornou tradicional na Eslováquia, na Áustria e na República Checa. No seu fabrico é utilizada uma massa doce, feita em delgados tubos que é enrolada à volta de um rolo de madeira com gordura, sendo cozinhada e depois polvilhada com açúcar e avelãs. 
São também vendidos em feiras e lembro-me de os ter comido ao ar livre na época de natal, na Áustria.
É um doce agradável, meio folhado, que desde 2007 está já registado como tendo indicação geográfica protegida.

 E isso é bom porque sempre podemos experimentar noutros locais doces diferentes dos nossos. Com a vantagem de podermos constatar que boa doçaria temos no nosso país.

5 comentários:

Ciliiinha Rosa disse...

Parece que não gostaste muito...

Ana Marques Pereira disse...

Cilinha,
É agradável e come-se bem porque é ligeiro e estaladiço mas não entusiasmante.Um bj

João José Horta Nobre disse...

Foi para mim uma agradável surpresa descobrir o seu blog. Sempre gostei muito de fazer leituras sobre a história da alimentação e isso neste blog é coisa que não falta.

Parabéns pelos excelente trabalho e boa continuação.

Publiquei:

http://garfadasonline.blogspot.pt/2014/07/o-doce-checo-trdelnik.html

João José Horta Nobre disse...

Ups, enganei-me no link. Aqui fica o certo:

http://historiamaximus.blogspot.pt/2014/07/o-doce-checo-trdelnik.html

Ana Marques Pereira disse...

João José Horta Nobre
Obrigado pelas suas palavras e pela partilha do artigo.
Cumprimentos