domingo, 9 de janeiro de 2011

O Chocolate em pó «Dois Frades»


Encontrei uma caixa de chocolate em pó da Nestlé «Dois Frades». Data dos finais dos anos 80 e tem ainda o pó no seu interior.
Devo dizer que não me recordava desta embalagem, o que é natural, pois vim a constatar que foi feita para o mercado brasileiro.

O que inicialmente me chamou à atenção foi o tacho em cobre que um dos frades utiliza para fazer o chocolate que, por coincidência, é praticamente igual a um que eu tenho. Até a parte terminal do cabo em ferro apresenta uma argola, embora não visível na minha foto.
Ia ficar por aqui. Tencionava apenas falar nesta coincidência. Mas como sempre, as histórias são mais complexas. Descobri que a presença dos frades nesta embalagem de chocolate não foi casual.
Imagem idêntica aprecia já numa embalagem de chocolate em pó, produzida numa fábrica inaugurada em S. Paulo, em 1921 por um brasileiro de nome Mário Gardano. Tratava-se dos «Chocolates Gardano», cujo proprietário produziu também outros doces e dropes sob a marca Dulcora. A fábrica situava-se em S. Paulo, no bairro Mooca, e o chocolate era vendido numa loja situada na Rua D. João de Barros.
A escolha dos frades para a imagem ficou-se a dever ao gosto de Mário Gardano por um pintor do século XIX, italiano, Alessandro Sani. Este natural de Florença, pintou vários quadros em que utilizava a figura dos frades para se referir à luxuria e à gula. O referido tacho aparece igualmente em, pelo menos, dois dos seus quadros, embora a imagem não corresponda exactamente a nenhum deles, mas tenha sido adaptada.
A imagem dos frades ficou de tal modo associada ao Chocolate Gardano, que este era conhecido como o “chocolate dos padres”.
Em 1957 a Gardano foi comprada pela Nestlé, mantendo no entanto esse nome durante mais dois anos, em virtude do sucesso das vendas deste tipo de chocolate.
As embalagens depois dessa data deixaram de mencionar o nome Gardano mas mantiveram a imagem que a associava aos dois frades gulosos a comer chocolate.
E tudo isto foi desencadeado por um tacho de cobre que, por acaso, também tem uma história interessante, que fica para uma próxima vez.

5 comentários:

Anónimo disse...

Legal gostei parabens.

Ana Marques Pereira disse...

Anónimo,
Obrigada pelo seu comentário. Só prova que tudo tem uma história.

Sandra disse...

Ana Marques Pereira disse...

Sandra,
Peço desculpa mas o seu comentário desapareceu. Não sei responder à sua pergunta porque me escreve em espanhol e não sei em que país a sua lata foi comercializada.

Ana Sales disse...

Obrigada por publicar. Sempre quis saber o porquê da imagem dos frades que estavam a comer chocolate 🍫.