terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Fantasias de Carnaval

Para não deixar passar esta época sem um poste alusivo apresento algumas fotografias antigas com fantasias de Carnaval. 
Diferentes das de hoje em dia, sem heróis, representavam sobretudo figuras populares com trajes regionais.

A terminar, a imagem que desencadeou a vontade de lhes apresentar esta sequência.
A fotografia de um menino de dois anos e meio que, em 1914, vestido de cozinheiro, oferecia os seus serviços. Segundo os seus pais garantiam: «Sabe bem da sua arte!».

4 comentários:

IF disse...

Olá Ana

Muito interessantes e sugestivas as imagens com as fantasias de Carnaval. Recorda-me a minha meninice e as máscaras que a minha mãe me fazia, as idas ao Coliseu dos Recreios, à matinée, as serpentinas, os papelinhos e todo um conjunto de lembranças de divertimento e alguma folia.Quanto às fotografias antigas tenho uma do meu Pai, mascarado de campino, montado num cavalo de pau, com cerca de dois anos. Feitas as contas, a foto tem cerca de cem anos.
Cumprimentos.
if

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Como os tempos mudam, fatiotas tão diferentes de hoje em dia... :)

Anónimo disse...

Muito antes da influência brasileira nos desfiles apareciam os GIGANTONES e os CABEÇUDOS.Os cabeçudos ainda persistem,ao longo dos anos,em lugares e tempos fora do Carnaval...
Cumprimentos.
José

Ana Marques Pereira disse...

IF, Especialmente Gaspas e José,
O que provam os comentários é que ficaram da infância recordações agradáveis,o que é uma razão para manter os festejos mesmo que agora já não nos digam nada.
Já quase me esqueci dos papelinhos e das fitas de carnaval. Quanto aos cabeçudos e gigantones, de que o José fala, sempre me fascinaram, em especial o seu movimento rotativo.
Um abraço