segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Resposta ao Objecto Mistério Nº5: Base para espargos

O objecto mistério faz parte de um conjunto de prato para espargos.
Nesta base ou berço eram colocados os espargos, de forma a libertarem alguma água que sempre deles escorre.

O prato inferior que apresento não faz parte do conjunto, mas infelizmente já não consegui adquirir a travessa que o devia acompanhar.

Este é uma versão moderna da Fábrica Bordalo Pinheiro, que se extinguiu no mês passado, para desgosto de todos os verdadeiros portugueses.

Apresento um outro modelo em que o princípio é semelhante, isto é, tem um tabuleiro superior para colocar os espargos.
A maior parte dos pratos, porém, são circulares e caracterizam-se por terem saliências, que permitem separar os espargos dos molhos, que habitualmente os acompanham. Alguns têm orifícios numa placa central amovível, que permite também escorrer a água.













Os modelos são imensos e há coleccionadores apenas destes pratos, em especial em França.

Durante o século XIX os espargos estiveram muito na moda, pelo que a maioria dos pratos são dessa época. Mas existem outros, mais rústicos, em faiança, do século XVIII, que também têm muita procura.
São todos interessantíssimos e eu morro de inveja pelos vários modelos que gostaria de ter e não tenho. Agora os invejosos vão ser mais.

4 comentários:

Sofia Loureiro dos Santos disse...

Penso que a ausência de comentários se deve ao facto de os teus leitores se sentirem absolutamente esmagados...

-pirata-vermelho- disse...

... pela bisantinice do conjunto, claro!

Ana Marques Pereira disse...

Foi o que eu pensei. Não dizem nada por terem ficado estupefactos.
Assim percebo.
Encanta-me mais esta diferenciação dos objectos de mesa do século XIX do que a uniformidade do presente. Os pratos agora são tudo menos redondos e servem para tudo.

-pirata-vermelho- disse...

Qu'est ce q...!?

...de resto, 'objectos mistério' que não fossem avassaldores haviam de ser bagatela.